Vereadores de Carnaíba votam Moção de Pesar pela morte de vereadora do PSOL no Rio de Janeiro

Os vereadores Carnaibanos Gleybson Martins, Irmão Adilson, Preguinho, Anchieta Crente e o Presidente da Câmara Neudo da Itã, apresentaram na Sessão de sexta feira 16, a Moção de pesar pela morte da vereadora Marielle Franco, do PSOL do Rio de Janeiro, assassinada na ultima quarta feira 14, ao lado do seu motorista Anderson Pedro Gomes.
O crime aconteceu na rua Joaquim Palhares, no Estácio, ambos foram mortos à  tiros. De acordo com a imprensa carioca, a vereadora estava acompanhada ainda da assessora Fernanda Chaves, que sobreviveu. Segundo o jornal Extra, a Polícia Civil encontrou pelo menos oito cápsulas no local. Os relatos preliminares dão conta de que os criminosos abriram fogo contra o carro. Nenhum objeto foi levado.
“Mulher, negra, mãe e favelada”, como ela mesma se apresentava, a vereadora era também socióloga e tinha  forte  atuação na sociedade civil organizada, e, entre outras atividades, presidia a Comissão da Defesa da Mulher, cobrou do Governo do Estado o monitoramento dos índices da violência de gênero, e era reatora da Comissão Parlamentar de monitoramento da intervenção federal do Rio de Janeiro. A principal linha de investigação pelos assassinatos é a hipótese de execução.
Todos os vereadores presentes aprovaram a Moção e em depoimentos lamentaram a morte da vereadora.

O Presidente do PSOL do município de Carnaíba, Cauê Rodrigues, agradeceu a Moção apresentada pelos parlamentares em nome de todos os filiados do PSOL de Carnaíba.

Altera Fontes